sábado, 28 de julho de 2018

025 - Os Pistoleiros

Divulgação
Os Pistoleiros, ou The Gunfighters, é o oitavo arco da 3ª Temporada e foi transmitido pela primeira vez entre 30 de abril e 21 de maio de 1966.

Episódios:

Uma Folga para o Doutor (A Holiday for the Doctor)
Não atire na Pianista (Don't Shoot the Pianist)
Johnny Ringo
O O.K. Corral (The OK Corral)

Duração total dos quatro episódios: 1:36:16

Sinopse:

A TARDIS materializa-se em Tombstone, na fronteira com o Arizona. Lá, Steven e Dodo vestem-se com roupas do Velho Oeste, que o Doutor comenta serem parecidas com as que o Tom Mix usava. Então, quando o Doutor vai tirar um dente que está doendo muito, é confundido com o doutor Holliday, que é o dentista do lugar, e que está sendo procurado pelos irmãos Clanton para matá-lo porque ele matou outro de seus irmãos. Mas Wyatt Earp e o xerife Bat Masterson protegem o dentista. Os acontecimentos acabam levando todos a um tiroteio, por mais que o Doutor tente evitá-lo o máximo possível.

Curiosidades e Bastidores:

Esta história está ambientada nos EUA do século XIX durante os dias que levaram ao famoso tiroteio no O.K. Corral, e, fora os viajantes do tempo, ela toma muitas liberdades dramáticas a respeito dos fatos históricos, apresentando várias imprecisões. Por exemplo, os participantes do tiroteio são praticamente todos incorretos. Na luta, Wyatt Earp, Morgan Earp, Virgil Earp e o doutor Holliday enfrentaram Frank McLaury, Tom McLaury e Billy Clanton. Estes três últimos morreram. Além disso, Warren Earp vivia em Tombstone com seus irmãos, mas não era um delegado. James Earp tinha um saloon. Warren morreu por um tiro disparado em uma briga de bar quase vinte anos depois dos eventos de Tombstone.

O título provisório da história era Os Atiradores (The Gunslingers). E este foi o último arco da Série Clássica que teve títulos individuais para cada episódio. A partir da história seguinte, cada arco teve um título único e os episódios simplesmente estavam numerados. Na legenda no fim de O O.K. Corral, lê-se "Próximo Episódio: Dr. Who e os Selvagens".

Segundo About Time de Tat Wood e Lawrence Miles, este foi o primeiro faroeste feito na televisão britânica.

Esta história destaca-se por ser o primeiro arco da série a conter narração musical, a "Balada do Salão da Última Oportunidade" (Ballad of the Last Chance Saloon). Ela foi cantada por Lynda Baron e escrita por Tristram Cary. A balada foi incluída na íntegra como um extra na publicação em CD de 2007. Uma entrevista de Peter Purves foi outro bônus. A prática de criar canções originais para Dr. Who seria retomada na Série Atual, começando com Song for Ten.

Há um mito de que esta história teve as audiências mais baixas de qualquer história da série. Essa lenda vem de uma confusão entre a quota da audiência (audience share) e as pontuações de apreciação da audiência (Audience Appreciation). O primeiro indica a audiência real e o segundo é uma enquete de opinião do programa aos espectadores. Na verdade, a audiência deste arco movimentou-se entre os 6,5 milhões do primeiro episódio e os 5,7 do último. Entretanto, as pontuações de apreciação foram umas das mais baixas da série, sobretudo o episódio O O.K. Corral, que teve uma pontuação de 30%, a mais baixa da história de Dr. Who.

Dito isso, as audiências também foram decepcionantes segundo medem. Os Pistoleiros representou uma importante baixa a respeito do arco anterior, O Artesão Celestial, que teve entre 7,8 e 9,4 milhões de espectadores. Cada episódio de Os Pistoleiros teve uma audiência consideravelmente mais baixa que as primeiras 18 semanas da temporada, em que a audiência mais baixa foi a de O Banquete de Steven de O Plano Mestre dos Daleks, com 7,9 milhões. Também perderam comparados com os arcos transmitidos na mesma época nos anos anteriores: em 1965, O Museu Espacial, e em 1964, As Chaves de Marinus.

Embora não seja o arco com a audiência mais baixa da história da série, nem da era de William Hartnell, Os Pistoleiros abriu um período sustentado de audiências baixas que se manteria durante quase todo o resto da era do Primeiro Doutor. Desde O O.K. Corral, nenhum episódio de William chegaria aos 6 milhões de espectadores até o episódio 2 de sua última história.

Neela Debnath, do The Independent, afirmou que os espectadores mais jovens iriam gostar da aventura, enquanto o público mais velho apreciaria a sátira. Paul Cornell, Martin Day e Keith Topping descreveram o arco como "uma obra-prima cômica, vencendo com seu puro charme".

A novelização desta história, escrita por Donald Cotton, foi publicada pela Target Books em julho de 1985. É narrada em primeira pessoa pelo doutor Holliday (uma cena de enquadramento o apresenta em seu leito de morte) e faz uma grande mudança no caráter de Johnny Ringo. retratando-o como um estudante dos clássicos. Uma leitura integral do livro, feita por Shane Rimmer (intérprete de Seth Harper), foi lançada em fevereiro de 2013.

Artes Relacionadas:
Tom Newsom

Ben Willsher